Notícias

Carteira de identidade em SC passa a ter CPF como número único

A carteira de identidade terá uma mudança importante em Santa Catarina nos próximos dias. A partir de 3 de novembro, a carteira de identidade emitida no Estado terá apenas um número, o do CPF. Com isso, o dado de RG deixa de ser usado dentro do projeto do Instituto Geral de Perícias (IGP) que prevê chave única para a identificação. SC será o primeiro Estado a colocar o modelo em prática.

Segundo o diretor do IGP, Giovanni Eduardo Adriano, as novas cédulas emitidas serão de dois formatos. No caso das pessoas que forem renovar a identidade, o número do RG constará em tamanho pequeno apenas como forma de comprovação de que a pessoa realmente tinha esse dado anteriormente. Já para as crianças que forem fazer o primeiro documento ou os adultos de outros Estados que buscarem refazer a identidade em SC, a carteira será emitida com o número do CPF.

A justificativa do IGP para a mudança, que deve se espalhar para as outras regiões do país, é que atualmente cada pessoa tem um número de RG conforme o seu Estado. A ideia é que o CPF possa unificar os dados e facilitar a identificação.

O instituto diz que as pessoas não precisarão mais decorar número de RG e CPF, pois o número será o mesmo e, ao se mudar para Santa Catarina, não será necessário se preocupar em fazer um novo RG e ganhar um outro número para decorar.

O lançamento oficial do projeto ocorre às 10h do dia 3 de novembro, na secretaria de Segurança Pública de SC, em Florianópolis. Por conta das mudanças no sistema do IGP para a emissão dos novos documentos, não haverá atendimento para a confecção das carteiras na semana entre os dias 1º e 5º de novembro. Com isso, nesta semana que começa hoje (25) e vai até sexta-feira (29), os agendamentos de serviço pela internet estão interrompidos.

Fonte: NSC

Dois motoboys ficam gravemente feridos em acidente, em Blumenau

Dois motoboys ficaram gravemente feridos em um acidente na noite desta sexta-feira, 22, em Blumenau. A colisão aconteceu na rua José Deeke, no bairro Escola Agrícola, por volta das 21h.

Segundo a Guarda Municipal de Trânsito (GMT), houve uma colisão entre as duas motocicletas e em seguida uma batida contra a cerca de uma residência.

Conforme o Corpo de Bombeiros, as duas vítimas, de 23 e 26 anos, sofreram traumatismo craniano e fraturas graves pelo corpo. Os dois foram levados ao Hospital Santa Isabel, sendo um por uma viatura dos bombeiros e outro pelo Samu.

Os dois motociclistas eram motoboys, segundo os bombeiros. Ambos tinham motocicletas com placa de Blumenau.

Fonte: O Município

Lei que determina proibição de sacrifício de animais por zoonoses é publicada

Foi publicada nesta quinta-feira, 21, no Diário Oficial da União, a lei nº 14.228/2021 que proíbe o sacrifício de cães e gatos pelos órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e outros estabelecimentos oficiais similares.

A medida foi sancionada na quarta-feira, 20, pelo presidente Jair Bolsonaro e entra em vigor em 120 dias após a publicação nesta quinta-feira. O objetivo é proteger os animais recolhidos da rua por essas entidades e estimular a adoção e resgate por entidade de proteção dos animais.

Em caso de descumprimento, o infrator estará sujeito às penalidades previstas na Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/1998). Essa legislação prevê, por exemplo, detenção de três meses a um ano e multa para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. A pena é aumentada de um sexto a um terço em caso de morte do animal.

De acordo com a lei publicada nesta quinta-feira, somente os animais com males, doenças graves ou enfermidades infectocontagiosas incuráveis que coloquem em risco a saúde humana e a de outros animais poderão passar por eutanásia. Neste caso, o procedimento deverá ser justificado por laudo do responsável técnico pelo estabelecimento, precedido, quando for o caso, de exame laboratorial.

As entidades de proteção animal devem ter acesso irrestrito à documentação que comprove a legalidade da eutanásia.

Fonte: O Município

Sobrinha encontra tio após 38 anos pela lista de vacinados da covid

Foi através da lista de vacinados contra a covid-19, disponibilizada publicamente pelo SUS, que uma sobrinha conseguiu encontrar o tio, que não tinha notícias há quase 40 anos.

Seu João, de 88 anos, vive em Aquidauana, no Mato Grosso do Sul e perdeu o contato com a família. Ele sempre comentava sobre a vontade de rever o irmão.

“Eu trabalho no SUS há 25 anos e desde 2015 estou na ouvidoria. Te falo que nunca escutei uma história deste tipo e foi um fato inusitado, já que a lista de vacinação ajudou nesse reencontro” afirmou o servidor Luiz Torres, de 54 anos.

Luiz contou que a sobrinha do Seu João buscava o tio a pedido do pai, que é irmão do idoso. A ideia de encontrá-lo através da lista de vacinados, veio quando as secretarias de saúde tornaram a relação aberta para consulta.

“Desta forma, a sobrinha dela fez uma busca e achou o nome dele e a cidade onde ele estaria”, explicou Luiz.

A partir daí o processo foi bem mais simplificado. Luiz buscou no cadastro o endereço do Seu João e enviou uma assistente social para averiguar se era a mesma pessoa que queria encontrar.

Luiz lembra que mandou uma foto do irmão do idoso e a resposta da agente foi de muita surpresa com semelhança entre ambos.

“Ela disse: Meu Deus, eles são iguaizinhos! Não tem como dizer que não é parente…parecem até gêmeos! E aí eu pedi a ela para checar também como ele estava de saúde, até emocionalmente, principalmente porque receberia a notícia”, comentou.

Reencontro

O reencontro pessoalmente ainda não aconteceu, mas a família já programa a viagem. Por enquanto, Seu João tem falado com a sobrinha e o irmão por vídeochamada e conta que cada ligação é muito emocionante.

Informações: O Progresso

Surpresa: Mulher de 43 anos dá à luz sem saber que estava grávida no Sul de SC

Um caso inusitado aconteceu nesta semana, em Araranguá, Sul de Santa Catarina. Uma mulher de 43 anos foi à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, se queixando de dores abdominais, na coluna e com histórico de cálculo renal.

A mulher passou pela triagem do Pronto Atendimento e pediu para ir ao banheiro. No local, a mulher iniciou um trabalho de parto, sem saber que estava grávida.

A equipe médica que estava de plantão na UPA improvisou um espaço e a mulher deu à luz a um menino de dois quilos. Após o nascimento improvisado, a mãe e a criança foram levados para o Hospital de Araranguá, onde ficaram por algumas horas e receberam alta.

Fonte: SCC10

Subcategorias

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking