Mulher faz vídeo amarrada e com roupas ‘ensanguentadas’ para fingir sequestro em SC

Uma mulher de 29 anos fez uma chamada de vídeo, na qual estava amarrada e com roupas “ensanguentadas”, para fingir seu próprio sequestro na madrugada desta terça-feira (2), em Florianópolis.

Com três cúmplices, o objetivo da ação era extorquir R$ 10 mil da família de Santa Cruz do Sul, do Rio Grande do Sul, para que ela fosse supostamente libertada.

Além de diversas mensagens com ameaças de morte, na chamada de vídeo ela estava amarrada, ensanguentada e sofrendo agressões.

As investigações preliminares da Deic (Departamento Estadual de Investigação Criminal), em conjunto com as Delegacias de Roubos e Antissequestro, indicaram que seria um golpe. Ela foi localizada em um motel, no bairro Vargem Pequena, com três rapazes.

 O delegado da Deic, Anselmo Cruz, afirma que nas imagens também aparecia uma arma de fogo. “Tudo isso para querer aterrorizar os familiares e convencê-los a fazer o pagamento do suposto resgate.” A família entregou quase R$ 6 mil.

A mulher, que morara há dois anos na Capital catarinense, planejou extorquir os familiares por conta de problemas com drogas. Os quatro foram presos em flagrante e autuados pelo crime de extorsão contra os familiares no Rio Grande do Sul.

Fonte: ND+

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking