Notícias

Identificado jovem que morreu em acidente com carreta na BR-470, em Rio do Sul

Foi identificado como Jonas Bock o jovem de 22 anos que morreu no acidente com uma carreta na BR-470 em Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, na madrugada desta sexta-feira (9).

Jonas morava em Rio do Sul. Ele era o motorista do Golf e ficou preso às ferragens. Quando os socorristas chegaram, ele não apresentava mais os sinais vitais. 

Na colisão que aconteceu próximo a um posto de combustíveis no km 145,5 da rodovia federal, outras três pessoas que também estavam no gol ficaram gravemente feridas. Entre elas uma jovem de 20 anos e dois homens de 28 e 34 anos. O condutor da carreta com placas de Petrolândia, de 37 anos, não se machucou.

Nas redes sociais, familiares e amigos de Jonas lamentaram a perda precoce do jovem. “Nunca ninguém está preparado para a perda de um ente querido, somos apanhados de surpresa e nos questionamos o porquê”, disse uma prima da vítima.

O corpo de Jonas será velado na Capela Santana, em Rio do Sul. O horário ainda não foi decidido pela família.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o caminhão tentou cruzar a pista e o Golf, que seguia sentido Oeste, bateu na lateral dele. Com o ocorrido, parte do automóvel parou sob a carroceria da carreta.

NSC

Covid-19: UTI do hospital Oase em Timbó segue com 100% de ocupação

O Hospital e Maternidade Oase a fim de manter transparência quanto a sua ocupação informa que no dia 8 de abril, às 16h30min, contava com 37 pacientes internados na UTI Covid-19, dos 37 leitos contratualizados com o Ministério da Saúde, e 15 pacientes na Clínica Covid-19.

Importante observar que os dados de internação (leitos clínicos e UTI) são atualizados em tempo real.  Abaixo listamos a origem de cada paciente:

 

UTI - Covid-19

Município de origem             - número de pacientes

*Benedito Novo                                              4

*Blumenau                                                      3

*Braço do Trombudo                                      1

*Gaspar                                                          1

*Ibirama                                                          1

*Indaial                                                            3

*Mirim Doce                                                   1

*Rio dos Cedros                                             4

*Rodeio                                                          3

*Salete                                                            1

*Taio                                                               1

*Timbó                                                            9

*Trombudo Central                                         5

Total                                                              37

 

Clínica - Covid-19

Município de origem             - número de pacientes

*Benedito Novo                                              3

*Blumenau                                                      2

*Braço do Trombudo                                      1

*Indaial                                                            2

*Rio do Campo                                               1

*Rodeio                                                          2

*Timbó                                                            4

Total                                                              15

A equipe do hospital reforça que a decisão de qual paciente vai ocupar cada vaga em qualquer um dos leitos habilitados para atendimento de covid-19 no estado de Santa Catarina é de responsabilidade única e exclusiva das Centrais Regionais de Regulação, que após um processo de solicitação de vaga feito pelo médico assistente responsável pelo paciente, analisam tecnicamente a solicitação e designam o Hospital mais adequado no momento para o paciente ser internado.

 O Hospital e Maternidade Oase reforça seu compromisso no combate a pandemia da Covid-19.

 

 

Casal que morava em Indaial morre em grave acidente na PR 466, no Paraná

Duas pessoas morreram e duas ficaram feridas em uma colisão na PR 466, no trecho que liga as cidades de Pitanga e Guarapuava, estado do Paraná. O grave acidente aconteceu na noite desta quinta-feira (8).

Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), houve uma colisão frontal entre um caminhão M.Benz (placas de Ponta Grossa) que estava tracionando um reboque (placas de Maringá), e um veículo GM/Blazer (placas de Indaial (SC).

A batida ocorreu no KM 179 da rodovia, que já é conhecida por trechos sem sinalização e falta de acostamento.

Conforme a PRE, a passageira do GM/Blazer, identificada como Ismênia Nunes, de 44 anos, entrou em óbito no local. O condutor do carro, identificado como Geraldo Ferreira, de 50 anos, foi encaminhado em estado grave ao hospital e também acabou indo a óbito. Os outros dois passageiros (12 e 14 anos), filhos do casal, ficaram feridos e foram encaminhados ao hospital São Vicente de Paulo de Pitanga.

A família, residente no Bairro dos Estados, em Indaial, estaria indo ao velório da mãe de Ismênia, na cidade de Nova Tebas, quando aconteceu o acidente.

O motorista do caminhão não se feriu e permaneceu no local.

JORNALISMO NOVA FM

 

Boletim hídrico aponta agravamento da estiagem em Santa Catarina

O Boletim Hidrometeorológico divulgado nesta quinta-feira, 8, mostra o agravamento da seca em quase todas as regiões de Santa Catarina, devido aos baixos volumes de precipitação nos últimos dois meses. A publicação é coordenada pela Secretaria Executiva do Meio Ambiente (SEMA), integrada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), e pela Defesa Civil do Estado de Santa Catarina.

“Quando se trata do interior de Santa Catarina, a situação hidrológica é mais grave que no resto do Estado. O litoral, por exemplo, teve chuvas próximas ou acima da média. Portanto, o comprometimento do abastecimento urbano em diversos municípios e a intensidade da estiagem permanecem e exigem o monitoramento contínuo”, destaca o secretário da SEMA, Leonardo Ferreira.

Ele acrescenta que o Governo do Estado retorna com a emissão de boletins quinzenais e na atuação conjunta com a Defesa Civil para acompanhar mais de perto a situação do agravamento da seca.

Dentre os 295 municípios de Santa Catarina, 181 estão em estado de normalidade; 76 de atenção; oito de alerta, e sete em situação crítica frente à estiagem. Além disso, 23 cidades não encaminharam informações da situação.

“O estado mais crítico é encontrado na região Oeste do Estado. Por isso, o monitoramento da situação do abastecimento público pelas agências de regulação volta a ser concentrado nas ações de mitigação dos prestadores e municípios, visando a continuidade deste serviço público que é primordial para saúde da população catarinense”, acrescenta a gerente de Fiscalização da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc), Luiza Burgardt.

SEM CHUVA

Ao longo do mês de março, nas regiões litorâneas e proximidades, a chuva foi um pouco melhor distribuída em relação aos demais locais. Isso se explica principalmente pela maior quantidade de umidade vindo do oceano para estas áreas.

Nos Planaltos e no Oeste, foram registrados de 17 a 21 dias sem chuvas. A precipitação mais irregular foi observada no Extremo Oeste e em proximidades ao Rio Grande do Sul, com 21 a 25 dias sem precipitação. 

ÍNDICE INTEGRADO DE SECA

Segundo o Índice Integrado de Secas (ISS), que consiste na combinação do Índice de Precipitação Padronizada (SPI), com o Índice de Suprimento de Água para a Vegetação (VSWI) ou com o Índice de Saúde da Vegetação (VHI), ambos estimados por sensoriamento remoto, em Santa Catarina, 79 municípios estão classificado com condição normal (27%), 126 em seca fraca (43%), 75 em seca moderada (25%) e 13 em seca severa (5%).

PRÓXIMO TRIMESTRE

A previsão para os meses de abril, maio e junho é de precipitação abaixo da média para Santa Catarina, principalmente entre o Meio e Extremo Oeste catarinense. Ou seja, indica um período ainda mais seco neste período. Com este resultado, é importante praticar o consumo consciente e racional de água.

“Praticar o consumo consciente de água não significa deixar de usar o recurso, mas sim repensar as suas formas de uso”, finaliza o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento da SDE/SEMA, Pedro Brolezz.

O estudo de monitoramento, além de contar com a contribuição da Aresc, atua em parceria com outras agências reguladoras do Estado: ARIS, AGIR, SISAM-SUL, SISAM-REG e AGR.

Recomendações

  • Evite banhos demorados;
  • Mantenha a torneira fechada ao fazer a barba e ao escovar os dentes;
  • Antes de lavar os pratos e panelas, limpe bem os restos de comida e jogue-os no lixo;
  • Deixe a louça de molho na pia com água e detergente por uns minutos e ensaboe. Repita o processo e enxágue;
  • Adote o hábito de usar a vassoura e não a mangueira para limpar a calçada e o quintal de sua casa;
  • Não lave o carro durante a estiagem. Caso precise, use balde e pano para lavar o carro em vez de mangueira;
  • Use regador para molhar as plantas no lugar de mangueira;
  • Utilize a máquina de lavar somente quando estiver na capacidade total;
  • No tanque, feche a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa;
  • Mantenha a válvula de descarga regulada, e conserte imediatamente vazamentos.

ATIVIDADES COM MAIOR DESPERDÍCIO:

  • Torneira gotejando: 40 litros diários;
  • Torneira aberta durante 5 minutos: 80 litros diários;
  • Banho de 15 minutos: 243 litros;
  • Lavar a calçada com mangueira por 15 minutos: 279 litros.

Deputados autorizam Governo de SC a investir R$ 200 milhões na duplicação da BR-470

Os deputados estaduais aprovaram, na sessão desta quarta-feira (7) da Assembleia Legislativa, os dois projetos de lei (PLs) que autorizam o Governo de Santa Catarina a repassar recursos estaduais para obras viárias de responsabilidade do governo federal.

Os PLs 64/2021 e 65/2021 ainda passarão por votação da Redação Final nesta quinta-feira (8), antes de seguirem para sanção da governadora em exercício, Daniela Reinehr (sem partido).

Os projetos foram encaminhados pelo Poder Executivo no mês passado, em regime de urgência. Pelo texto original do PL 64/2021, o governo criaria uma subação, no valor de R$ 750 milhões, no Plano Plurianual (PPA) 2020-2023, destinando recursos para obras federais no estado.

No PL 65/2021, o Executivo abriria crédito suplementar de R$ 250 milhões, que seriam repassados para a duplicação da BR-470 e a recuperação da BR-163.

Na Comissão de Finanças e Orçamento, contudo, os projetos sofreram alterações. Segundo o presidente do colegiado, deputado Marcos Vieira (PSDB), o valor da subação no PPA aumentou para R$ 800 milhões.

Já o crédito suplementar passou para R$ 400 milhões, sendo R$ 200 milhões para a duplicação da BR-470, R$ 100 milhões para a BR-163 e mais R$ 100 milhões para a BR-280, entre Joinville e São Francisco do Sul.

OCP NEWS

Subcategorias

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking