Esportes

Avaí vence o Vasco e conquista primeira vitória na Série B do Brasileiro

Finalmente vimos um time aplicado, acreditando no seu potencial e bem posicionado em campo. Assim foi o Avaí surpreendendo o Vasco com 2 a 0 - e muito perto do terceiro. Time catarinense aproveitou o erro do adversário e foi melhor durante todo o jogo em São Januário, no Rio de Janeiro, na noite desta quarta-feira (16), pela Série B do Campeonato Brasileiro. 

O Vasco somente do meio para o final do segundo tempo avançou o time, mas sem qualidade não teve muita chance. O Avaí montou duas linhas de quatro e plantou na intermediária um esquema que dificultou as jogadas do adversário. 

O time carioca terminou o jogo com pouca posse de bola, mas organizado. Teve chances de gol nos contra-ataques - e não foi uma só. No entando, o Avaí esteve mais perto do terceiro gol do que o Vasco do primeiro. 

Alguns jogadores que vinham sendo muito criticados foram bem pelo lado azurra. Getúlio, Valdívia entrou bem, Renato cresceu com o time e Bruno Silva novamente com uma grande partida. 

Por Roberto Alves/NSC

Felipão negocia com Chapecoense após demissão de Mozart

A Chapecoense está à procura de um novo treinador para assumir o time depois de ter demitido o técnico Mozart dos Santos, de 41 anos, após perder o título do Campeonato Catarinense de 2021.

Todavia, surgiu a possibilidade do Verdão do Oeste contratar o técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, que foi pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002 para comandar a temporada. A informação foi apurada pelo comentarista esportivo do Grupo ND, Sérgio Badá Badalotti.

As conversas começaram na noite da quinta-feira, entre Mano Dal Piva, vice de futebol da Chapecoense, e Jorge Machado, representante do treinador. O técnico, conforme Badá, teria demonstrado interesse em comandar o elenco do Oeste catarinense.

No entanto, as tratativas ainda são prematuras e, conforme a assessoria da Chapecoense, não existe nenhuma negociação oficial em andamento. Por enquanto, o time é comandado pelo auxiliar permanente, Felipe Endres. 

A Chapecoense estreia na Série A Campeonato Brasileiro, diante do Red Bull Bragantino, neste domingo (30), às 18h15, na Arena Condá, em Chapecó.

Fonte: ND+

"Deixaram a gente sonhar", diz Éverton Santos, capitão do Figueirense

A vitória do Figueirense por 3 a 1 sobre a Chapecoense surpreendeu os fãs do Campeonato Catarinense. Virou o estadual de pernas para o ar, como disse Rodrigo Faraco. O Alvinegro, antes eliminado, retornou à disputa e entra com vantagem contra a líder Chape para a segunda partida das quartas de final. O time voltou a sonhar, nas palavras do capitão Éverton Santos, em entrevista ao Giro Total nesta segunda-feira (10).

— Deixaram a gente sonhar. A gente não tem nada com isso, com o regulamento. Estamos confiantes e esperançosos em repetir a boa atuação que tivemos. Vamos viajar para Chapecó com o intuito de conseguir a vaga. Vamos fazer nossa recuperação, uma boa viagem, e seguir com o mental forte — afirma o lateral-direito alvinegro.

Em campo, o Figueirense revirou o favoritismo da Chapecoense no Estádio Orlando Scarpelli neste domingo (9). Em 25 minutos, a equipe que irá disputar a Série C vencia um time que vai para a Série A por 3 a 0. O Alvinegro não vencia a Chape na Capital há seis anos e o Verdão não sofria três gols há quatro meses. Éverton Santos diz que a marcação foi ponto-chave.

— O fator surpresa foi essa mudança da atitude com a marcação, a pressão em cima. Acredito que a Chapecoense não esperava esse formato de marcação, até porque não marcamos assim durante o campeonato. Fizemos diferente, não deixamos espaço e fomos nos impondo — analisa o capitão do Figueirense.

O jogo de volta das quartas de final acontece nesta quarta-feira (12), na Arena Condá. A Chapecoense precisa vencer o Figueirense por pelo menos dois gols de diferença para garantir a passagem para as semifinais. Com a vitória na primeira partida, o Alvinegro pode perder, desde que seja por apenas um gol de diferença, para avançar e encarar o Marcílio Dias.

E o Tribunal?
O Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC) deve realizar uma sessão extraordinária do Pleno neste quinta-feira (13) visando o julgamento do recurso impetrado pelo Hercílio Luz. O clube do Sul do Estado perdeu três pontos da primeira fase por uma escalação irregular. A Chapecoense participa do caso, defendendo o direito de jogar as semifinais, pois se classificou diante do time hercilista nas quartas.

NSC

Havan vai patrocinar o Flamengo

A Havan vai patrocinar o Flamengo. A marca da varejista catarinense fundada em Brusque estampará as mangas do uniforme do time profissional de futebol até dezembro deste ano. Valores não foram divulgados. O contrato ainda precisa ser aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube, que anunciou o acerto prévio em um comunicado publicado no site oficial no início da tarde desta segunda-feira (10).

“A Havan, por sua rede de quase 160 lojas em todo o Brasil e sua grande competência comercial, será mais uma importante parceira. Estamos muito felizes em termos fechado este acordo. É mais uma empresa de sucesso que se une ao Flamengo. Agora vamos aguardar a aprovação do contrato pelos conselheiros do clube para podermos dar início aos trabalhos”, disse Gustavo Oliveira, vice-presidente de Comunicação e Marketing do Flamengo.

“A Havan sempre acreditou e apoiou o esporte. Tradicionalmente, nós somos apaixonados por futebol. Estamos muito felizes em nos unirmos ao clube e à Nação Rubro-Negra. Assim como o Flamengo, a Havan tem uma relação especial de amor com os clientes, que, carinhosamente, chamamos de fãs. Com toda certeza, é a união de um grande clube com uma grande empresa. Será uma parceria vitoriosa”, acrescentou Lucas Hang, gerente de Novos Negócios da Havan.

Essa não é a primeira investida do empresário Luciano Hang no futebol. No fim de 2019, a rede varejista negociou um patrocínio com um dos rivais do Flamengo, o Vasco. A marca da Havan também já estampou camisas de outros clubes da Série A, como Athletico-PR, Chapecoense e Grêmio, além de ser conhecida por ser o patrocinador principal do Brusque.

Fonte: NSC

Primeira fase do Catarinense 2021 termina com Figueira eliminado e Criciúma rebaixado pela 1ª vez

A primeira fase do Campeonato Catarinense chegou ao fim da noite desta quarta-feira com novidades, emoção e surpresas até o último minuto. O Figueirense, clube mais vezes campeão do estadual, empatou sem gols diante do Marcílio Dias e, com a vitória do Hercílio Luz sobre o Joinville, não conseguiu avançar no torneio. Em outra partida, o Criciúma foi derrotado pelo Avaí e foi rebaixado à Série B pela primeira vez na história.

No Oeste de Santa Catarina, a Chapecoense fez valer o mando de campo e goleou o Metropolitano por 5 a 0. O Verdão do Vale amargou mais um tropeço na temporada e retornou à Segundona após campanha fraca no torneio.

Brusque e Juventus também somaram três pontos em seus jogos, contra Próspera e Concórdia, respectivamente, e estão garantidos no mata-mata.
Apesar da derrota fora de casa, Joinville e o Time da Raça, sob o comando de Paulo Baier, terminaram a primeira fase no G-8 e mantêm vivo o sonho de conquistar a taça em 2021.

Os rebaixados
 
Criciúma e Metropolitano são os clubes rebaixados à Série B do Catarinense. O time do Sul terminou a primeira fase com oito pontos e na 11ª colocação, enquanto o Verdão do Vale, com seis pontos, é o lanterna do campeonato. Ambas as equipes tiveram apenas uma vitória.

Fonte: GE

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking