Joinville enfrenta o embalado Atlético-GO pela Copa do Brasil

 jogo desta quinta-feira (15) é o mais importante do ano para o JEC. Além de uma vaga na próxima fase da Copa do Brasil, uma vitória coloca R$ 1,7 milhão nos cofres tricolores, um dinheiro que, embora sequer tenha sido colocado no orçamento, pode chegar como um respiro para um clube que tem problemas financeiros, dívidas que se acumularam e ainda precisa de reforços para conquistar o principal objetivo do ano: o acesso à Série C.

E o JEC não vai ter vida fácil na Arena Joinville. O adversário é time de Série A, um time que está invicto na temporada e, mais do que isso, não fosse o empate da última rodada, teria apenas vencido no Campeonato Goiano. Em oito partidas no Estadual, são sete vitórias, um empate e a liderança isolada do grupo A, com 22 pontos e sem conhecer o gostinho da derrota. O desempenho, somado ao da Copa do Brasil, dá ao Dragão oito vitórias em nove partidas. O Atlético-GO não teve dificuldades para eliminar o Galvez-AC fora de casa com uma vitória por 3 a 1.

A defesa da equipe goiana impressiona. Em nove partidas, o Dragão sofreu apenas dois gols, um no Estadual e um na Copa do Brasil, deixando a equipe com um saldo de 18 gols. A média do ataque do Atlético-GO é de pouco mais de dois gols por jogo. Já são 20 anotados na temporada.

Não bastasse o bom desempenho em campo, o Dragão reforçou a comissão técnica. No dia 5 de abril, o time anunciou a contratação do técnico Jorginho, ex-Coritiba. A boa campanha na temporada vinha sendo conduzida pelo interino João Paulo Sanches. No recente currículo de Jorginho pela equipe, um empate e uma vitória.

Mas, um empate apenas pode colocar o Atlético-GO em maus lençóis na Arena Joinville. Isso porque o aproveitamento do Tricolor em cobranças de pênaltis é perfeito no ano. Sem vantagem de empate nesta fase da Copa do Brasil, um resultado igual leva a disputa para as cobranças.

O JEC decidiu dois títulos nos pênaltis em 2021. O resultado? Campeão da Copa Santa Catarina e campeão da Recopa Catarinense. Foram 13 cobranças neste ano entre a Copa SC e a Recopa, todos convertidos. No Campeonato Catarinense nenhum foi marcado até agora.

O Tricolor recebe o Atlético-GO nesta quinta-feira, às 21h30. Quem avançar embolsa R$ 1,7 milhão e o adversário da terceira fase será conhecido em sorteio realizado pela CBF.

ND+

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking