Bandeirinha catarinense é selecionada para o Mundial de Clubes da Fifa

O Brasil ainda tem chances de disputar o Mundial de Clubes da Fifa, em fevereiro, no Catar, com Palmeiras ou Santos, que estão nas semifinais da Copa Libertadores, mas já garantiu presença na competição. 

Nesta segunda-feira (4), a entidade anunciou o quadro de arbitragem e nele está a paranaense Edina Alves Batista como árbitra e a catarinense Neuza Back no posto de assistente.

A Fifa selecionou ao todo para o torneio sete árbitros de campo e 12 assistentes, além de outros sete árbitros de vídeos para a operação do sistema de VAR. 

Os oficiais das partidas viajarão para o Catar uma semana antes do início do Mundial de Clubes, que será realizado entre os dias 1 e 11 de fevereiro. A Fifa garantiu que eles receberão todos os cuidados necessários contra a pandemia do novo coronavírus.

A indicação de Edina Alves Batista para liderar um dos trios de um grande torneio da Fifa segue uma sequência de exemplos iniciada na Copa do Mundo Sub-17 de 2017, quando a suíça Esther Staubli apitou um dos jogos da competição masculina, e depois continuada pela uruguaia Claudia Umpierrez, que esteve no último Mundial Sub-17, realizado no Brasil em 2019.

“A nomeação do trio feminino liderado por Edina Alves Batista dá continuidade ao caminho iniciado na Copa do Mundo sub-17 de 2017, onde a árbitra suíça Esther Staubli arbitrou um jogo, seguida pela árbitra uruguaia Claudia Umpierrez, que arbitrou duas partidas no torneio de 2019, no Brasil”, escreveu a Fifa em seu site oficial.

Edina Alves Batista faz parte do quadro de árbitras da Fifa desde 2016 e já apitou em jogo da Série A do Campeonato Brasileiro. Ela esteve no último Mundial Feminino (França-2019), em que comandou a semifinal entre Inglaterra e Estados Unidos.

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking