Briga no clássico: Figueira identifica envolvidos.

O Figueirense Futebol Clube comunica que identificou os torcedores que causaram os tumultos presenciados no Estádio Orlando Scarpelli no último domingo (02), no clássico contra o Avaí. Na ocasião, houve invasão de campo, brigas entre a própria torcida alvinegra e depredação do patrimônio do clube.

O Figueirense formalizou Boletim de Ocorrência junto à Polícia Militar contra os torcedores Fhilippi Raulino da Silva e Mateus Raulino da Silva, e vai solicitar às entidades competentes que ambos sejam proibidos de frequentar o Estádio Orlando Scarpelli, por causar tumultos e desordem e causar prejuízos ao clube.

Além deles, o clube identificou três sócios que participaram das confusões. Conforme determina o Estatuto do Torcedor e o próprio estatuto do clube, a diretoria alvinegra suspendeu, cautelarmente, os associados Leonardo Pacheco Correia, Leonardo Broering Vieira e um terceiro associado, menor de idade. Sobre este, o Clube informará o ocorrido aos seus representantes legais. Ainda, a Diretoria encaminhou ao Conselho Deliberativo a solicitação de abertura de processo disciplinar visando a expulsão dos quadros associativos do Clube de todos os envolvidos.

O clube reitera ainda que os torcedores que causaram depredação no Estádio Orlando Scarpelli, como a quebra dos acrílicos que separam as arquibancadas dos gramados serão cobrados pelos prejuízos causados ao Clube.

Ainda, o Figueirense pede que todo torcedor que tenha qualquer tipo de informação e material que ajude a identificar outros infratores, que encaminhem para o clube através dos canais oficiais. O Furacão está e vai seguir colaborando com a Polícia Militar e demais órgãos competentes na identificação e investigações que se façam necessárias.

O Figueirense reforça que, de forma alguma, a minoria que causou tantos tumultos na partida contra o Avaí, representam a enorme e apaixonada torcida alvinegra, que encantou o Brasil demonstrando todo o amor e apoio ao clube em um momento de reconstrução. Algo que vai totalmente de encontro com os atos de violência e vandalismos praticados por pessoas que nada fizeram além de prejudicar o Alvinegro, deixando o clube vulnerável a punições financeiras e desportivas. Por fim, a Diretoria reforça que buscará a punição de todos os causadores do tumulto, dentro e fora do campo de jogo.

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking