Comissão quer afastamento de Lomba de cargo na Receita; Conselhos definem futuro de candidato

ESPORTES - Depois de encontro da Comissão Jurídica, na Gávea, o vice-presidente Ricardo Lomba corre ainda mais risco de não ter a candidatura aprovada no Flamengo. Os quatro membros decidiram, por unanimidade, que Lomba, se quiser ser candidato e ser empossado presidente, deve se afastar da função na Receita Federal.

O entendimento é de que a lei 8.122 expressa a proibição de servidores públicos de assumirem cargos de gerência ou administração em sociedade privada - no que se enquadra o Flamengo como clube.

- Recomendamos à Comissão Eleitoral documento em que dizemos que o candidato Ricardo Lomba deve se afastar de suas funções públicas. Este parecer será apreciado pela Comissão Eleitoral - explicou o desembargador Marcos Faver, um dos quatro membros da Comissão Jurídica.

Estiveram na reunião ainda Marco Aurelio Assef, Alan Flavio Geraldo e Luis Fernando Fragoso. Outro membro, Ricardo Nunes não compareceu à reunião. O voto só será entregue - por escrito - na tarde desta quinta-feira à Comissão Eleitoral. A partir daí, mais cinco membros da Comissão Eleitoral decidem por acatar ou não o parecer da Comissão Jurídica. Depois, o caso vai para o Conselho de Administração, presidido por Bernardo Amaral, que entrou em conflito com Bandeira recentemente na ação da Justiça comum que discutia a escolha da cor das chapas registradas na eleição.

Para assumir a vice-presidência de futebol, Ricardo Lomba fez consulta formal à Corregedoria da Receita Federal. Para disputar a presidência, o dirigente do futebol do Flamengo vai repetir o processo. O vice de futebol e candidato de Bandeira preferiu não se manifestar sobre o assunto. A Chapa Azul prepara nota jurídica para explicar a defesa de Lomba.

Caso Lomba fique inelegível, a Chapa Azul pode trocar de candidato ou buscar recurso na Justiça comum para garantir o direito à candidatura de Ricardo Lomba, que tem mais de 20 anos de atuação na Receita Federal.

O presidente do Conselho de Administração, Bernardo Amaral, foi procurado pela reportagem na terça e nesta quarta-feira para falar das inscrições de chapas. Além de Lomba com a "Chapa Azul - Avança Mais", há mais três candidaturas: Rodolfo Landim, com a "UniFla", Marcelo Vargas, do "Flamengo Tradição e Juventude", e José Carlos Peruano, que fez o registro da chapa na última sexta-feira. Marco Aurélio Assef informou que a Comissão Eleitoral ainda pede certidões necessárias para regularizar as candidaturas.

A eleição será realizada no início de dezembro.

Fonte:Globo.com

 

JORNAL NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking