Jogadores de Cruzeiro e Palmeiras seguem com briga após o jogo; Felipão provoca

ESPORTES - A briga que começou em campo logo após o apito final do jogo entre Cruzeiro e Palmeiras (empate em 1 a 1, resultado que classificou o time mineiro para a decisão da Copa do Brasil) continuou nos bastidores, no caminho dos dois times para o vestiário.

Tudo teve início quando, logo após o apito final, o zagueiro Léo, do Cruzeiro, subiu nas costas de Felipe Melo, do Palmeiras, para cabecear a bola, como se a partida ainda estivesse em andamento. A partir daí, jogadores dos dois times passaram a discutir dentro de campo.

O lateral-direito Mayke, do Palmeiras, e o atacante Sassá, do Cruzeiro, eram os mais exaltados e precisaram ser contidos por seguranças.

 
Mayke, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro, brigam após o jogo  — Foto: Leo Fontes / O Tempo / Estadão Conteúdo

Mayke, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro, brigam após o jogo — Foto: Leo Fontes / O Tempo / Estadão Conteúdo

 
Mayke, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro, brigam após o jogo  — Foto: Leo Fontes / O Tempo / Estadão Conteúdo

Mayke, do Palmeiras, e Sassá, do Cruzeiro, brigam após o jogo — Foto: Leo Fontes / O Tempo / Estadão Conteúdo

Já o técnico Luiz Felipe Scolari lembrou, aos gritos, que os dois times voltarão a se enfrentar no domingo, às 11h, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro.

O atacante Dudu, por sua vez, criticou a atitude de Sassá na zona mista do Mineirão. Segundo o palmeirense, Sassá foi "covarde". Ele também lembrou que os dois times se reencontrarão no domingo, em São Paulo, pelo Brasileirão.

– A gente fica triste. O cara é covarde, aproveita que está de costas para dar soco enquanto o cara não está vendo, mostra que esse moleque é um covarde. Mas tranquilo, domingo ele vai jogar lá em São Paulo, a gente conversa com ele – afirmou.

Fonte:Globo.com

 

NOVA FM

Programas

Trânsito Agora

Tempo

booked.net

APPs da Nova FM

Real time web analytics, Heat map tracking