Reportagens - Rádio Nova FM

Focos de dengue em delegacia levam prefeitura de Itajaí a fazer denúncia ao MP

Central de Plantão Policial é a unidade mais movimentada da cidade

foto

A Secretaria de Saúde de Itajaí decidiu denunciar ao Ministério Público a situação do pátio de veículos improvisado na Central de Plantão Policial (CPP). O local é foco recorrente do mosquito da dengue e, embora os agentes de endemias façam visitas no local a cada 15 dias, na semana passada foram encontradas novas larvas.

No ano passado a prefeitura já havia multado a Polícia Civil pelo risco de proliferação do aedes aegypti. As autuações foram encaminhadas à Delegacia Geral, em Florianópolis. Mas, até agora, o problema não foi resolvido.

O delegado regional Ângelo Cintra tenta uma parceria com a prefeitura de Itajaí para que os carros apreendidos em ocorrências policiais possam ir para o mesmo pátio para onde vão os veículos apreendidos por irregularidades administrativas. Esse serviço está em processo licitatório, e a intenção do delegado é que a prefeitura faça a inclusão entre as condicionantes.

O fato é que manter veículos apreendidos não deveria ser uma atribuição exclusiva da Polícia Civil. Quando concluídos os inquéritos, caberia ao judiciário guardá-los até o fim do processo. Em Itajaí a Justiça não o faz alegando que não tem espaço adequado _ problema que se estende por outras cidades da região também.

Na CPP de Itajaí a falta de espaço e de condições apropriadas para manter os veículos tomou proporções maiores porque o espaço fica na confluência de bairros populosos, como São João, São Judas, São Vicente e Cidade Nova, e concentra vários serviços _ portanto, tem grande movimento o dia todo. O que potencializa os riscos.

Cadê o exemplo?

A CPP não é o único órgão público de Itajaí a ter problemas na prevenção contra a dengue. A sede da Celesc, na Barra do Rio, também já foi multada pela prefeitura mas os problemas de acúmulo de água parada ainda não foram resolvidos.



Fonte: Jornal de Santa Catarina

Dupla assalta agência dos Correios no Badenfurt, em Blumenau

Moto utilizada na fuga foi localizada depois, mas os ladrões seguem foragidos

A agência dos Correios da Rua Werner Duwe, no bairro do Badenfurt, foi alvo de assaltantes nesta quarta-feira em Blumenau. De acordo com a Polícia Militar, dois homens armados invadiram a agência por volta das 14h30min e roubaram uma quantia não informada em dinheiro dos caixas e de clientes que estavam no local.

Eles fugiram em uma moto preta em direção à BR-470. Em buscas, a PM localizou mais tarde a motocicleta estacionada em uma casa às margens da rodovia. A Honda Titan tinha registro de furto e, junto dela, estavam roupas que batiam com a descrição dos assaltantes. O casal dono do imóvel disse que deixou um conhecido estacionar a moto no local, mas que não sabiam onde ele estava. Mais tarde, a PM ainda encontrou em Timbó um rapaz de 20 anos que é suspeito do assalto e foi reconhecido pelo dono da moto como autor do roubo.

Todos os envolvidos foram encaminhados para o posto da Polícia Federal de Itajaí, por se tratar de uma ocorrência nos Correios.



JORNAL DE SANTA CATARINA

Quinta-feira tem sol entre nuvens e chance de chuva de verão em SC

Temperaturas continuam altas e registram média de 34ºC a 36ºC à tarde

foto

A temperaturas desta quinta-feira não devem ser muito diferentes das registradas nas últimas semanas em Santa Catarina. No entanto, uma massa de ar frio - sistema de chuva - vinda do Rio Grande do Sul (RS) traz instabilidade e maior presença de nuvens para o Estado. Conforme a Epagri/Ciram, o dia será de muitas nuvens, poucas aberturas de sol e previsão de chuva passageira no Oeste, Sul e Planalto Norte.

Os termômetros registram média de 34ºC a 36ºC à tarde. Na Serra e Oeste catarinense as temperaturas não sobem tanto e se aproximam dos 26ºC a 28ºC.

— Importante destacar que em muitas cidades teremos só o aumento de nuvens pelo fato da chuva ser mal distribuída. Bem isoladamente, poderemos ter temporais — explicou o meteorologista Leandro Puchalski.

Amanhã, segundo Puchalski, a condição do tempo será parecida com a vista durante o dia de hoje. A frente fria, que ainda seguirá no mar gaúcho, faz as nuvens aumentarem no Sul e Oeste de SC. O calor forte segue em boa parte das cidades, mas as temperaturas ficam mais amenas na Serra, Planalto Norte e Oeste.

foto

Carnaval

A previsão do tempo indica que boa parte do carnaval será marcada por tempo firme e temperaturas mais agradáveis, devido ao ar com menos umidade que predomina no Estado. Mesmo assim, há chance de chuvas isoladas, principalmente no período da tarde e noite.

Veja a previsão por regiões, segundo a Epagri Ciram:

LITORAL NORTE: máxima de 29ºC
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

PLANALTO NORTE: máxima de 31ºC
Manhã: Nebulosidade variável e chuva isolada
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

GRANDE FLORIANÓPOLIS LITORÂNEA: máxima de 31ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

GRANDE FLORIANÓPOLIS SERRANA: máxima de 28ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

VALE DO ITAJAÍ: máxima de 33ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

LITORAL SUL: máxima de 32ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

PLANALTO SUL: máxima de 28ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

MEIO OESTE: máxima de 33ºC
Manhã: Sol com algumas nuvens
Tarde: Sol com aumento de nuvens
Noite: Céu com muitas nuvens

OESTE: máxima de 30ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada

EXTREMO OESTE: máxima de 32ºC
Manhã: Sol com muitas nuvens
Tarde: Pancada de chuva isolada
Noite: Pancada de chuva isolada



Fonte: Jornal de Santa Catarina

PRF inicia operação de carnaval nas rodovias de SC nesta sexta-feira

Onze viaturas passarão a integrar as rondas nas estradas até a próxima quarta-feira de cinzas

foto

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Santa Catarina inicia nesta sexta-feira a operação de prevenção de acidentes noCarnaval 2017. No Estado, 11 viaturas passarão a integrar as rondas nas estradas até a próxima quarta-feira de cinzas. O efetivo também contará com reforço nas escalas de serviço nos locais considerados pontos críticos de risco de acidentes e de maior fluxo de veículos. O objetivo da operação é intensificar ações de policiamento e fiscalização nas rodovias para reduzir o número de acidentes e vítimas no trânsito.

Segundo a PRF, no feriado o fluxo de veículos aumenta consideravelmente, principalmente nas regiões em que há festas tradicionais como Laguna, Grande Florianópolis, Balneário Camboriú, Navegantes e Joaçaba. Por isso, haverá maior efetivo nestas regiões. Além da fiscalização contra o consumo de bebidas, a polícia intensificará a vigilância de condutas que aumentam o risco de acidentes.

Desde novembro, dirigir sob influência de álcool é uma infração gravíssima punida com suspensão do direito de dirigir por doze meses e multa de R$ 2.934,70. A mesma multa é aplicada ao condutor que se nega a se submeter aos testes.

Em 2016, durante o período de festas em fevereiro, a polícia registrou 189 acidentes com 165 feridos e 11 mortes. Em relação ao ano anterior,2015, quando apenas três pessoas perderam a vida, o carnaval passado teve um aumento de 266% nos óbitos.

Cuidados no trânsito para curtir o Carnaval:

- Todos os ocupantes do veículo devem usar o cinto de segurança;
- Acenda os faróis durante o dia, mesmo fora das rodovias;
- Respeite o limite de velocidade;
- Não ultrapasse em local proibido;
- Não transite pelo acostamento;
- Motorista, não fale no celular;
- Se beber, não dirija;
- Fuja dos horários de pico;
- Programe sua viagem.;



Fonte: Jornal de Santa Catarina

Agências de recrutamento especializado passam com segurança pela crise na busca por talentos no mercado

Cargos de gestão ou altamente especializados são preenchidos através de caça-talentos

foto

Sabe aquele papo de que não falta emprego para quem é qualificado? A máxima pode até não ser real no Brasil atualmente, em tempos de profissionais com curso superior (e às vezes até mais que isso) desempregados, mas os setores que buscam pessoas específicas e para cargos altamente técnicos parecem não sentir a crise do mercado de trabalho. Prova disso é que enquanto a maioria das agências de emprego passou a lidar com cada vez menos vagas nos últimos anos, quem focou em recrutamento especializado viu a demanda até aumentar

Paulo Sérgio de Souza Corrêa é um headhunter, um caça-talentos em uma agência especializada neste tipo de recrutamento em Blumenau. Seu trabalho é, basicamente, achar agulhas no meio do palheiro.

– O nosso trabalho é procurar cabeças pensantes no mercado para vagas especializadas, que normalmente nem são anunciadas no mercado. São empresas que procuram profissionais qualificados para cargos de diretoria, superintendência, alta gerência, cargos de TI altamente especializados, etc – explica o hunter da KeepTalent.

A agência de Paulo fez 97 processos de seleção especializada no ano passado, número que cresceu mesmo diante da crise econômica. Na visão do caça- talentos, a situação difícil fez com que muitas empresas trocassem executivos e diretores em busca de um novo gás para enfrentar os desafios. Seguindo a tendência, foi o setor da tecnologia que puxou esse lado do mercado de empregos também em Blumenau. Empresas de TI são as que mais procuram os headhunters para cargos técnicos, que demandam um conhecimento específico de alguma ferramenta ou linguagem, habilidade que muitas vezes serão encontradas em profissionais que estão em outras cidades, estados ou até mesmo países.

Além das empresas que caçam algum talento para as colocações disponíveis, há também o caminho inverso. Paulo conta que é comum profissionais à procura de desafios entrarem em contato com a agência. Fora do mercado ou em busca de uma nova oportunidade, vão até o headhunter atrás de uma vaga. – É um processo que leva, no mínimo, dois meses. Já fizemos seleções até para fora do país. O trabalho começa mapeando contatos, falando com pessoas, analisando redes sociais… O profissional tem que ter destaque na área dele, conhecer muito bem o assunto, ter bom currículo, estabilidade, bom histórico e mostrar que está capacitado para o desafio. Hoje em dia para qualquer vaga se analisa a rede social do candidato – explica.



JORNAL DE SANTA CATARINA
Mais Artigos...

Peça Sua Música

...


Cidades





























Telefones Úteis















Estatística de Acessos


mod_vvisit_counterHoje39
mod_vvisit_counterOntem0
mod_vvisit_counterEsta Semana39
mod_vvisit_counterSemana Passada0
mod_vvisit_counterEste Mês39
mod_vvisit_counterMês Passado11508


Agora: 38 visitantes online