Reportagens - Rádio Nova FM

Atropelamento de ciclista e capotamento de veiculo são registrados em Indaial

foto

Por volta das 00h07min desta quinta-feira (28) no km 75 da BR 470 bairro Rio Morto aconteceu um capotamento de um Fiat Fiorino Branco placa de Florianópolis, com a chegada da equipe dos Bombeiros Voluntários de Indaial o condutor o automóvel J.M.G. 33 anos recusou atendimento.

Ainda na BR 470 proximidades do km 69 na Ponte da Mulde às 6h23min um ciclista acabou sendo atropelado por um caminhão com placa não identificada e que se evadiu do local.

Os Bombeiros Voluntários de Indaial fizeram o atendimento ao ciclista das iniciais E.S. de 31 anos que foi conduzido pela CBVI ao Hospital Beatriz Ramos com escoriações pelo corpo de suspeita de fratura no braço esquerdo.



Jornalismo Nova Fm
Ilustrativa: Arquivo PRF


Projeto de lei quer extinção das ADRs em Santa Catarina

foto

O deputado estadual Dóia Guglielmi (PSDB) protocolou nesta quarta-feira um projeto de lei para extinguir as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) e os cargos ligados a elas. Na justificativa, o parlamentar diz que o objetivo principal é reduzir os gastos públicos que incluem serviços de energia elétrica, água, locação de imóveis e de pessoal.

Guglielmi também afirma que levou em conta dados do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontam que as ADRs gastaram, somente em aluguéis em 2016, R$ 5,6 milhões — cerca de 13% do total de locações custeadas pelo governo estadual.

O projeto agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e precisa tramitar por comissões relacionadas ao conteúdo da proposta, como Finanças e Tributação e Trabalho, antes de ir a plenário.



*DC

Trabalhadores têm até 30 de junho para sacar o abono salarial de 2015

foto

Os trabalhadores com direito ao abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e o do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) referente a 2015 têm até o dia 30 de junho para ir a uma agência bancária sacar o benefício. O valor varia de R$ 78 a R$ 937, dependendo do tempo em que a pessoa trabalhou formalmente em 2015.

O Ministério do Trabalho (MTb) orienta os trabalhadores a não deixar para a última hora para não correrem o risco de perder o benefício. Depois de encerrado o período de saques, o dinheiro que não foi resgatado voltará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e será usado para o pagamento de benefícios como o seguro-desemprego e o abono salarial do próximo ano.

Até o dia 31 de maio, 1,83 milhão de trabalhadores ainda não tinham sacado o abono , o que corresponde a 7,56% do total de pessoas com direito ao benefício. O valor disponível para saque é de R$ 1,28 bilhão.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial ano-base 2015 quem está inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos; trabalhou formalmente por, pelo menos, 30 dias em 2015 com remuneração mensal média de até dois salários mínimo; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do abono é proporcional ao tempo que a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2015. Se ela trabalhou, por exemplo, durante os 12 meses, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78) e assim sucessivamente.

Para saber quem tem direito ao benefício, os trabalhadores podem acessar a página verificasd.mtb.gov.br/abono , com o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento. A central de atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

Como sacar

Os trabalhadores da iniciativa privada retiram o dinheiro na Caixa Econômica Federal (Caixa) e os servidores públicos, no Banco do Brasil (BB).

O trabalhador que tem o Cartão Cidadão e a senha cadastrada, pode sacar o abono do PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa ou casas lotéricas. Caso não tenha o cartão, ele pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação. Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800 726 0207 da Caixa.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800 729 0001, do Banco do Brasil.



Fonte: Agência Brasil

Colisão na Felipe Schmidt resulta em capotamento e mulher ferida


Um acidente de trânsito envolvendo dois veículos resultou em capotamento e uma mulher com ferimentos. A colisão foi registrada na rua Felipe Schmidt, centro de Brusque , por volta das 22h32 desta quarta-feira (28).

Segundo informações a colisão envolveu o GM/Cruze, placas de Brusque, e o Uno/Mille Economy, placas de Guabiruba que acabou capotando com o impacto.

O Corpo de Bombeiros teve trabalho para tirar uma das vítimas, pois o veículo ficou virado pelo lado do motorista. Apesar da gravidade da colisão a mulher saiu do veículo lúcida e foi conduzida para o hospital de Azambuja.

Não foi informado como ocorreu a colisão e os nomes dos envolvidos neste acidente.

fotofotofoto


*RadioCidade

Corpo de Bombeiros assume gerência do Samu em SC


Tenente-coronel da corporação será responsável por fiscalizar o contrato da entidade que administra o atual serviço

foto

A secretaria de saúde já tem um novo gerente estadual responsável pelo contrato do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Santa Catarina. O tenente-coronel João Batista Cordeiro Júnior, diretor de pessoal do Corpo de Bombeiros do Estado, foi nomeado na última quarta-feira, 28, para fiscalizar o contrato junto com a Associação Paulistana para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). A entidade, responsável pela administração atual do serviço, teve o convênio prorrogado até o fim do ano, mas agora deve ser acompanhada de perto pelo gerente.

A medida, tomada após a formação de um grupo de estudo que ainda avalia a situação da saúde catarinense, pretende também diminuir os gastos com o serviço. A expectativa é de que o pagamento, atualmente de R$ 9 milhões ao mês, seja reduzido para R$ 7 milhões.

Mesmo com a redução, o Samu a estrutura deve permanecer igual. As oito centrais de atendimento espalhadas pelo Estado e os 1.075 funcionários continuarão prestando o serviço. Em março deste ano, o secretário de saúde, Vicente Caropreso, havia informado que a pasta estudava a diminuição dos gastos na área da saúde por meio da redução no número das regionais. Na época, a notícia gerou críticas dos órgãos que atuam na saúde catarinense.

Por meio de nota no começo da semana, a SPDM informou que não acompanha as discussões sobre as modificações no contrato. Já com relação aos "repasses e demais aspectos financeiros" com a secretaria da saúde, a organização não se manifestou.

De acordo com o último levantamento feito pelo setor financeiro do Estado, a dívida da saúde chega a R$ 768 milhões. Os valores correspondem a R$ 568 milhões acumulados desde 2016 e mais R$ 200 milhões que a fazenda deixou de repassar para a secretaria de saúde.


Fonte: Jornal de Santa Catarina
Mais Artigos...

Peça Sua Música

...


Cidades





























Telefones Úteis