Blumenau tem mais de 150 ocupações irregulares e disposição para enfrentar o problema

alt

Blumenau tem mais de 150 assentamentos precários, aqueles em que a população foi construindo casas irregularmente e, por isso mesmo, não dispõe de infraestrutura urbana e nem da posse do imóvel. Desses, apenas 55 estão mapeados pela prefeitura. Dos 55, 17 foram considerados zonas especiais de interesse social e apenas sete têm projetos de regularização fundiária formatados, que abrangem 1,1 mil lotes. Os números escancaram um problema social que costumeiramente se esconde na periferia da cidade.

Os dados serão apresentados hoje pelo secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, Juliano Gonçalves, na primeira reunião da Frente Parlamentar criada na Câmara Municipal para acompanhar os trabalhos desenvolvidos na área. A ideia é aproximar os poderes e criar um esquema de trabalho técnico e legal para enfrentar o problema, regularizando o que for possível, dando opções de moradia socialmente viáveis para os que deverão deixar as áreas e inibir o surgimento de novo assentamentos irregulares.

 – A situação é bastante complexa e preocupante. Precisamos fazer o enfrentamento definitivo – avalia Gonçalves.

Agilidade é necessária. Só no Horto Florestal, uma das sete áreas contempladas com projeto, foram mais de 20 anos de trabalho que agora está sendo concluído. A área foi ocupada depois da enchente de 1983. Nesse ritmo, o problema só vai crescer!

*Blog do Pancho

Foto: Gilmar de Souza, BD, 28/10/2015 / Agência RBS


Peça Sua Música

...


Cidades





























Telefones Úteis